quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Enviados, pois, pelo Espírito Santo,...

Ontem (quarta-feira 04/11/2009) em nosso culto de estudo da Palavra de Deus na comunidade em que congrego, tivemos a graça de ministrar sobre o capítulo 13 de Atos dos Apóstolos, a primeira viagem missionária de Paulo (Saulo) que fora comissionado junto com Barnabé para esta missão pelos irmãos da igreja em Antioquia. Chamou-nos atençãoo fato do autor sagrado, Lucas, destacar que eles foram enviados em missão pelo Espírito Santo, e que a ordem foi dada pelo próprio Espírito Santo (vs.2).


E uma vez que o próprio Espírito Santo estava neles os orientando, deu uma estratégia diferente para cada contexto de evangelização: na ilha de Chipre (vs.4 a 12) enfrentam um Judeu, mágico e falso profeta, que ironicamente tem o nome de Barjesus (filho de Jesus) e Paulo, cheio do Espírito Santo o desmancara chamando-o de "Filho do Diabo", isto é, filho da mentira, do enganador. Barjesus representa um tipo ainda vivo no dia de hoje, que se alega cheio de poder, faz sinais e maravilhas, às vezes até arroga-se de ser "povo eleito" (note que Barjesus era Judeu) mas na verdade está ao lado do poder, representado pelo Procônsul Sérgio Paulo para obter vantagens. Mas o evangelho verdadeiro vem cheio do Espírito Santo e do poder de Deus para desmarcarar estes "falsos profetas".
De volta ao  continente é a vez de evangelizar em uma sinagoga, aí a estratégia não é mais utilizar poder ou efetuar milagre, mas atuar no estudo e explanação das escrituras, que era a linguagem que aqueles judeus entenderiam. A mensagem de Paulo inicia na libertação do povo no Egito para terminar na mensagem poderosa do evangelho: Deus ressuscitou Jesus dentre os mortos! Aleluia! E nos oferece remissão de nossos pecados por meio dele (Jesus Cristo, nosso redentor).
É o Espírito Santo que guia a igreja, é o Espírito Santo que dá as estratégias, é o Espírito Santo que convence o mundo "do pecado, da justiça e do juízo." (Jo 16.8b)
"Venha Espírito Santo, enchei os corações da vossa igreja!"


Um comentário:

  1. Vemos nessa e em outras passagens o cumprimento da promessa Que Jesus fez em Mateus 10.
    19 Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer.
    20 Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós


    Kelly(ADAN)

    ResponderExcluir